Ufos na História

Alta Tecnologia na Bíblia

Por Doug Yurchey

Há os leitores que se surpreenderiam ou se ofenderiam ao saber que uma alta tecnologia está descrita na Bíblia. Há outros leitores que perceberam que a única explicação para os mistérios bíblicos são os Contatos Imediatos na Antiguidade. Uma boa pergunta é: Por que certos eventos estão escritos no Velho Testamento da Bíblia? A resposta poderia ser que estes foram eventos especiais entre basicamente dois grupos de pessoas: Um grupo era formado pela primitivos humanidade dos tempos Bíblicos. O outro grupo era formado pelos poucos HUMANOS que ainda retinham e utilizavam a tecnologia original dos dias de Atlântida.

Quando os anjos apareciam, sempre eram humanos. Os que causaram a Grande Inundação; deram para Moisés as instruções para construir a Arca da Convenção; e advertiram Lot e então destruíram Sodoma e Gomorra... eram seres humanos. Mas, estas pessoas tinham avançado conhecimento e voavam com 'carruagens’ pelo céu. Eles residiam em topos de montanhas; bem longe do mundo simples dos profetas da Bíblia, nas planícies.

O exemplo mais surpreendente de um Contato Imediato no Velho Testamento é o Livro de Ezequiel. Leia o início do Capítulo 1 da Bíblia do Rei James... imagine apenas que é um ÓVNI pousando. Com esta idéia em mente, a experiência de Ezequiel é quase compreensível. O Livro de Ezequiel era tão controverso que não sobreviveu aos editores religiosos que quase jogaram fora o Livro de Enoque.

Esboço feito pela Nasa do objeto que o Profeta Ezequiel viu.

'As Astronaves de Ezequiel’, de Blumrich, é um livro premiado que deveria ser lido por qualquer um que investiga os mistérios Bíblicos. Blumrich é um cientista e projetista da NASA, que trabalhou no foguete Saturno V. Ele escreveu que seu filho o informou, depois de ler um livro de Erich Von Däniken, que o profeta Ezequiel descreveu um pouso de astronave. Blumrich sabia que podia contestar aquele conceito devido as suas habilidades técnicas neste campo. O antigo texto não pôde retratar uma possível nave - ele assumiu. O projetista da NASA escreveu que na verdade ele não se surpreendeu quando leu o Livro de Ezequiel. As antigas palavras realmente conformaram um veículo.

No início de Ezequiel, o profeta escreveu sobre a aproximação de quatro rostos vindos de cima. Em realidade, os 'quatro' referem-se às estruturas de aterrissagem da nave. Blumrich ficou chocado quando leu o relato no Velho Testamento sobre 'pernas retas’ de 'metal polido’ com ‘pés redondos'. O próprio cientista da NASA projetou as pernas metálicas retas e pés redondos do veículo lunar. A famosa citação de Ezequiel é 'uma roda dentro de uma roda'. Quando o veículo tocou o chão, Ezequiel viu rodas. Esta é a cronologia exata do que aconteceria com um veículo moderno. O ÓVNI pousou, transformou-se em um veículo que tem rodas e então rolou pelo solo. Ezequiel só estava familiarizado com rodas de carroças simples que não mudavam de direção. Mas o profeta descreveu rodas que mudavam para todas as direções, o que era completamente estranho para Ezequiel.

Enoque era o pai de Matusalém e o avô de Noé. O Livro dele deveria estar no Velho Testamento. Ele surgiu de fontes independentes que validam o texto antigo. O Livro de Enoque foi retirado da Bíblia pelo Conselho Ecumênico por suas controvérsias. Enoque, como Ezequiel, foi levado em muitos vôos pelos deuses (anjos) e testemunhou grandes horrores e belezas. 39/3: '...um vendaval me levou da terra...' Há numerosas referências a vendavais que 'arrebataram' Enoque pelo céu. Os anjos ‘mostraram-me todas as coisas ocultas’ e ‘meus olhos viram todas as coisas secretas do céu'. Enoque teve visões que 'nenhum homem verá'. Em 33/4, declara Enoque:' eu vi um grande e glorioso mecanismo'.

32/2:' e assim eu estive sobre os ápices da Terra, e passei sobre o Mar de Erythraean, e fui além disto, e passei sobre o anjo Zotiel (outra nave?).

14/18-19:' eu olhei e vi um trono alto: sua aparência era como cristal e as rodas como o sol brilhante... por debaixo do trono surgiram raios flamejantes tão fortes que eu não pude olhá-los.' Enoque menciona cristais e rodas. O trono poderia ser um veículo onde os anjos se sentavam e por debaixo haviam os fogos de um motor. A 'visão me fez flutuar e me ergueu e me sustentou no céu.'

Há numerosas referências a PORTAIS ou janelas onde apareceram visões terrestres e celestiais. 33/2: '...portais do céu aberto. 3. E eu vi como as estrelas de céu seguem adiante.'

O Livro de Enoque fala de muita destruição, caos e corrupção na Terra; como também entre os anjos. Como a Gênese, Enoque faz menções aos gigantes e aos ‘Guardiões'. Havia os Satânicos - os ‘Filhos do Céu' - 'anjos do castigo' - 'instrumentos de Satanás' - e os mesmos anjos da Gênese: Miguel, Rafael, Gabriel, etc. 'Deus' nunca é mencionado; só deuses no plural ou anjos. Enoque foi levado aos cumes das montanhas, onde os deuses residiam. Ele observou coisas que nenhum primitivo poderia entender. ‘Os anjos corromperam os filhos do homem.' Eram estes vários humanos que, com a tecnologia, brincaram de Deus e decidiram o destino das crianças na Terra.

O motivo principal do Livro de Enoque que o levou a ser julgado como heresia e retirado do Velho Testamento pode ter sido a sua precisa astronomia. Página após página relativas ao sol, à lua, aos ciclos anuais e estatísticas celestiais. 'Caminhos do sol e da lua,' 'suas órbitas imponentes,' 'cursos do luminares' e 'para revolver em suas carruagens circulares’ são só algumas citações da sabedoria de Enoque.

75/8: 'e eu vi no céu que corre no mundo, sobre esses portais onde revolvem as estrelas que nunca se põem.' Apenas no espaço há estrelas que nunca se põem. Lembre-se, a Igreja durante o tempo da edição ecumênica condenou a astronomia precisa (pergunte a Galileu!). Os funcionários religiosos queriam que o público pensasse que a Terra era plana, imóvel e estava no centro de todas as coisas.

Durante estes tempos ancestrais, havia os cientistas malucos (anjos/demônios) que clonavam qualquer coisa que quisessem. Os animais mitológicos eram reais; eles eram experiências genéticas. Também as guerras dos deuses aconteceram. Guerras nucleares não estavam além da capacidade dos anjos. Robert Oppenheimer, criador do atomicismo moderno e um estudioso de antigos livros da Índia, soube que guerras nucleares aconteceram no Velho Mundo. Os desertos de hoje são o resultado de antigas guerras atômicas. Assumindo que estas conclusões são verdades: A Grande Inundação fora provavelmente arquitetada por bons deuses que quiseram reduzir os altos níveis de radiação. Também... as criaturas pervertidas e os seus loucos e poderosos engenheiros genéticos precisaram ser eliminados numa escala mundial. A Terra estava uma bagunça e precisava ser limpa.

Houve uma Grande Inundação que cobriu toda a Terra. Conchas do mar foram encontradas em cima do Monte Everest. Há erosão por água na Esfinge. Toda a terra é um depósito sedimentar. Muitos Noés velejaram durante o mundo aquático. Os chineses têm suas velhas histórias sobre uma Arca e um Grande Dilúvio. Numerosas culturas indianas têm suas lendas de uma Inundação, de um Noé e de uma Arca.

A maioria das pessoas não acredita na história bíblica de Noé por causa de um problema básico: Como algumas pessoas puderam juntar TODOS os animais, alimentar e cuidar deles por meses a bordo de um navio? A resposta vem de... quem controlou a Terra milhares de anos atrás? Os anjos (os humanos com a tecnologia) construíram as Arcas, coletaram os animais e causaram as chuvas. Os animais escolhidos provavelmente eram os melhores exemplares de suas espécies e merecedores de ser salvos. É cientificamente possível colocar uma forma de vida em animação suspensa reduzida até seu ADN. Esta era a carga dentro das Arcas. Seriam reavivadas as amostras de ADN, mais tarde, depois que as águas retrocedessem. Em nenhuma parte na Bíblia menciona-se que Noé saiu e juntou cada animal. Só diz que Noé os transportou na Arca. Se todos os 'canisters da vida' foram somente reunidos para Noé pelos deuses e as pessoas simples os levaram para dentro e os guardaram no lugar, isto explica a história de Noé.

O mundo recomeçou. A Gênese diz que depois da Inundação ‘Noé foi viver com os deuses.' Esta foi uma das poucas referências plurais que sobreviveram aos editores da Bíblia. A referência 'deuses’ foi modificada depois para o singular 'Deus.' O termo simplificado foi modificado para acomodar um mundo que tinha se tornado extremamente simples.

Atlântida era o Éden. Compare estas duas lendas. Cada uma era nossa civilização-mãe ou o lugar de onde nós nos originamos. Cada uma era o Paraíso. Cada uma caiu e o gênero humano teve que partir em desgraça.

Não está claro como os povos da Terra puderam se dividir em duas raças; uma simples e uma complexa. Se uma guerra nuclear acontecesse hoje, os sobreviventes continuariam em comunidades tribais. Depois de gerações, esqueceriam como era a tecnologia. Mas, os poucos que souberam da devastação nuclear que se aproximava e até mesmo sua causa... teriam se protegido e teriam sido os poucos que ainda possuíam conhecimento avançado. Estes 'deuses’ poderiam lidar com os numerosos primitivos como eles desejassem. Este conceito é história antiga.

Na Gênese, a história da destruição de Sodoma e Gomorra deixa de ser um mistério quando você se ligar na idéia de uma tecnologia moderna. Como duas cidades, de forma realística, podem ser apagadas da face da Terra? Os habitantes de Hiroshima e Nagasaki sabem a resposta. Dois anjos humanos entraram na cidade e advertiram as pessoas da destruição próxima:

19/17: 'E aconteceu que, tirando-os fora, disse: Escapa-te por tua vida; não olhes para trás de ti, e não pares em toda esta campina; escapa lá para o monte, para que não pereças..'

19/24:'Então o SENHOR fez chover enxofre e fogo, do SENHOR desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra;'

19/26:'E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal.'

19/28: 'E olhou para Sodoma e Gomorra e para toda a terra da campina; e viu, que a fumaça da terra subia, como a de uma fornalha.'

19/30: 'E subiu Ló de Zoar, e habitou no monte, e as suas duas filhas com ele; porque temia habitar em Zoar; e habitou numa caverna, ele e as suas duas filhas.'

Os anjos pediram a Lot e sua família correrem para a montanha para salvar suas vidas. Uma massa de terra pode proteger as pessoas de uma explosão nuclear. As cidades foram 'consumidas' com 'enxofre e fogo.' Um movimento vertical de uma nuvem em forma de cogumelo poderia ser o significado de 'subiu como a fumaça de um forno.' A esposa de Lot não agiu assim; não porque ela olhou para trás, mas porque ela foi atrás do resto de sua família. Um primitivo observando uma explosão atômica ficaria mais que atordoado; eles tenderiam a parar em seu caminho. Não olhar para trás é um bom conselho para quem tem que correr por suas vidas. A 'estátua de sal' poderia ser no que se transformou o corpo dela após os efeitos da radiação. Finalmente, se esconder numa 'caverna' por causa da destruição até que a terra estivesse pronta para ser habitada é muito lógico.

Antes de o Mar Vermelho se repartir, haviam dois Óvnis que conduziam as pessoas para fora do Egito. Êxodo 13/21: ' E o SENHOR ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os iluminar, para que caminhassem de dia e de noite.' Estes objetos no céu podiam muito bem serem astronaves quando se considera: nuvens (ou fumaça) de dia e fogo de noite. Motores de foguete poderiam criar fumaça ondulante sob a luz solar. Mas, à noite, somente seriam visíveis as chamas dos sistemas de propulsão. Estas carruagens no ar poderiam ter separado as águas do Mar Vermelho com campos de força.

Êxodo 14/22: 'E os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as águas foram-lhes como muro à sua direita e à sua esquerda.' Com o estalido de um interruptor desligando o campo de força no momento apropriado, as 'águas retornaram, e encobriram as carruagens’ dos egípcios.

Conforme o Êxodo, este Senhor Deus demanda que 'eu sou o Senhor' e 'eu serei para ti um Deus: e tu saberás que eu sou o Senhor, teu Deus.' Em 15/3, há uma referência estranha: ' O SENHOR é homem de guerra; o SENHOR é o seu nome.' Isto é curioso porque diz que Deus é um 'homem' e não um deus muito agradável. Está mais para Deus ser um grande tirano; que tem poder sobre as pessoas; empurrando seu peso ao redor só porque ele tem a habilidade para fazer assim.

Há uma advertência em 19/12 para 'não subais ao monte, nem toqueis o seu termo; todo aquele que tocar o monte, certamente morrerá.' Este Deus bíblico não era Deus. 19/18: 'E todo o monte Sinai fumegava, porque o SENHOR descera sobre ele em fogo; e a sua fumaça subiu como fumaça de uma fornalha, e todo o monte tremia grandemente.' Em Êxodo, Moises deu determinadas instruções para se construir a Arca da Convenção. O gênio inventivo, Nikola Tesla, escreveu em 'The Wall of Light' que Moises tinha que ser um engenheiro elétrico qualificado. A Arca, Tesla concluiu, era um ‘condensador’ muito poderoso. Ela criava intensas vibrações que poderiam esmagar uma pedra sólida. Os Israelitas carreavam o dispositivo em batalhas e ganhavam as guerras; não diferente das armas de vibração que Fremen usou no filme 'Duna.'

I Samuel 4/5: ‘E sucedeu que, vindo a arca da aliança do SENHOR ao arraial, todo o Israel gritou com grande júbilo, até que a terra estremeceu.' 4/8: ' ... Quem nos livrará da mão desses grandiosos deuses? Estes são os deuses que feriram aos egípcios com todas as pragas junto ao deserto. 'Em II Samuel 6/6-7 um modesto homem chamado Uzá, desprezando os avisos, tocou a arca impropriamente e foi eletrocutado! ‘...estendeu Uzá a mão à arca de Deus, e pegou nela; porque os bois a deixavam pender. Então a ira do SENHOR se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta imprudência; e morreu ali junto à arca de Deus.'O homem tentou colocá-la de volta ao carro de bois e morreu. Eles não tinham conceito algum de alta-voltagem. 6/9: 'E temeu Davi ao SENHOR naquele dia; e disse: Como virá a mim a arca do SENHOR?'

A história de Jericó é contada no Livro de Josué. O sítio atual de Jericó foi encontrado. As muralhas de pedra tinham mais de três metros de espessura. O que poderia ter derrubado paredes tão volumosas? De acordo com o Velho Testamento, foi o poder de Deus. Marchando ao redor do forte de pedra e soprando trompetes não se poderia quebrar tais muralhas. A Arca da Convenção estava lá e foi responsável por derrubar as muralhas de Jericó. Há numerosas referências para, novamente, um grande espanto.

Jonas foi levado a bordo de um submarino. Mas, os profetas não conheciam aquela palavra moderna; assim a descrição se tornou m 'grande peixe.' Como os 10 Mandamentos foram gravados na pedra? O dedo de Deus poderia tê-lo realizado se eles fossem de laser. O arbusto ardente pode ter sido elétrico. A Virgem Maria poderia ter sido inseminada artificialmente.

Os relatos Bíblicos não eram compreendidos 500 anos atrás ou mesmo há 100 anos. Só apenas durante o século XX, com sua tecnologia, que nós finalmente pudemos entender o que realmente havia acontecido. Há evidência que nossa pré-história REAL foi semelhante à ficção científica. A maioria das pessoas ou rejeita a Bíblia como tolice ou acredita que é a palavra absoluta do Ser Supremo. A Bíblia é a mais surpreendente amostra de Contatos Imediatos. Os eventos foram reais; eles aconteceram; mas a verdade é sempre extraordinária.

Voltar